A Balada Literária, que já existe desde 2006, inaugura agora em 2021 um ciclo de oficinas literárias exclusivas.

Inscrições abertas

Nenhum curso com inscrições abertas no momento. Fique atento às redes sociais da Balada Literária para saber da abertura de novas turmas e novos cursos ainda este ano.

Cursos passados

Durante a programação da Balada Literária, que acontecerá de 17 a 21
de novembro, o premiado escritor Paulo Scott coordena a oficina
gratuita A Literatura, o Direito e o testemunho em um Brasil que te
esquece e te invisibiliza. Os encontros virtuais, via plataforma Zoom,
acontecerão nos dias 17, 18 e 19 de novembro, com início às 16h e
encerramento às 18h. Vagas limitadas. 

Fique atento às redes sociais da Balada Literária para saber da abertura de novas turmas e novos cursos ainda este ano.

Bule, um café da manhã virtual, por meio da plataforma Zoom, aos sábados, de 11 de setembro a 30 de outubro, das 9h30 às 12h. Oficina literária pela manhã com Marcelino Freire. Os integrantes tomam café e discutem e tiram dúvidas com o autor sobre os seus trabalhos de escrita.

Fique atento às redes sociais da Balada Literária para saber da abertura de novas turmas e novos cursos ainda este ano.

A oficina pretende, por meio de exercícios e propostas narrativas, desenvolver o pensamento da escrita. A estruturação de romance ou novela. Criação de personagens e seres ficcionais.Durante os encontros, os alunos e as alunas poderão conhecer os diversos segmentos da produção de textos literários. Serão incentivados a desenvolver gêneros plurais do universo da literatura. 

Fique atento às redes sociais da Balada Literária para saber da abertura de novas turmas e novos cursos ainda este ano.

A dinâmica do encontro dá-se com um pequeno aquecimento corporal/vocal, reforçando a premissa de que voz é corpo e escuta, tendo a respiração como eixo central. Num segundo momento, apresento a canção do dia contextualizando sua origem, significado (quando em língua estrangeira) e simbolismos trazendo como referência didática vídeos como material a ser apreciado por vocês após o encontro.

Fique atento às redes sociais da Balada Literária para saber da abertura de novas turmas e novos cursos ainda este ano.

Marcelino Freire costuma dizer que a sua oficina de criação é “feita por pessoas” e são elas que fazem o curso acontecer. É a partir das questões apresentadas em sala (agora virtual) que Freire trabalhará o repertório, a linguagem, o projeto literário de cada participante, não importando o gênero literário. Haverá dicas de leituras, encontros com convidados especiais e uma ampla discussão de todas as frentes de batalha de um livro, desde sua escrita até sua publicação.

Fique atento às redes sociais da Balada Literária para saber da abertura de novas turmas e novos cursos ainda este ano.

Marcelino Freire costuma dizer que a sua oficina de criação é “feita por pessoas” e são elas que fazem o curso acontecer. É a partir das questões apresentadas em sala (agora virtual) que Freire trabalhará o repertório, a linguagem, o projeto literário de cada participante, não importando o gênero literário. Haverá dicas de leituras, encontros com convidados especiais e uma ampla discussão de todas as frentes de batalha de um livro, desde sua escrita até sua publicação.

Fique atento às redes sociais da Balada Literária para saber da abertura de novas turmas e novos cursos ainda este ano.

Neste encontro refletiremos acerca das estéticas africanas e as suas incorporações na Indústria Cultural Ocidental. Será um passeio panorâmico por alguns marcos estéticos como o afrofuturismo tendo como corpus de análise a obra Black is King, de Beyoncé.

Fique atento às redes sociais da Balada Literária para saber da abertura de novas turmas e novos cursos ainda este ano.

A dinâmica do encontro dá-se com um pequeno aquecimento corporal/vocal, reforçando a premissa de que voz é corpo e escuta, tendo a respiração como eixo central. Num segundo momento, apresento a canção do dia contextualizando sua origem, significado (quando em língua estrangeira) e simbolismos trazendo como referência didática vídeos como material a ser apreciado por vocês após o encontro.

Fique atento às redes sociais da Balada Literária para saber da abertura de novas turmas e novos cursos ainda este ano.

Os estudos daquilo que muites convencionaram chamar de Feminismo Negro no Brasil, muitas vezes, deixa passar ao largo textos de intelectuais negres brasileires assim como a escrita literária de pessoas negres que têm se dedicado a, pela arte, refletir e pautar novos parâmetros de sociedade. 

Fique atento às redes sociais da Balada Literária para saber da abertura de novas turmas e novos cursos ainda este ano.

A oficina pretende, por meio de exercícios e propostas narrativas, desenvolver o pensamento da escrita. A estruturação de romance ou novela. Criação de personagens e seres ficcionais.

Fique atento às redes sociais da Balada Literária para saber da abertura de novas turmas e novos cursos ainda este ano.

O curso pretende, por meio de exercícios e propostas narrativas, desenvolver o pensamento da escrita. A estruturação de romance ou novela. Criação de personagens e seres ficcionais.

Fique atento às redes sociais da Balada Literária para saber da abertura de novas turmas e novos cursos ainda este ano.

Oficina literária com Marcelino Freire

Marcelino Freire costuma dizer que a sua oficina de criação é “feita por pessoas” e são elas que fazem o curso acontecer. É a partir das questões apresentadas em sala (agora virtual) que Freire trabalhará o repertório, a linguagem, o projeto literário de cada participante,
não importando o gênero literário. Haverá dicas de leituras, encontros com convidados especiais e uma ampla discussão de todas as frentes de batalha de um livro, desde sua escrita até sua publicação.

Fique atento às redes sociais da Balada Literária para saber da abertura de novas turmas e novos cursos ainda este ano.