<strong>Ocupação </strong><strong>Ani é 10 entra na reta final na Casa do Benin</strong>

Ocupação Ani é 10 entra na reta final na Casa do Benin

Lançado em julho, o primeiro romance do escritor Nelson Maca é tema da Ocupação Ani é 10: Textos e Imagens de Nelson Maca, que chega em sua última semana na Casa do Benin, com visitação de terça (22) a sábado (26), das 10h às 17h. Inaugurada em novembro, durante a Festa Literária Internacional do Pelourinho – Flipelô, a ocupação contou com uma série de atividades, a partir do universo literário do autor e sempre explorando a relação entre a palavra e a imagem.  

A mostra principal, no primeiro andar da Casa, reúne trechos, orelha, posfácio, capa e 15 ilustrações do livro Ani, Todos os Fela do Mundo, assinadas pelo premiado designer e ilustrador paulista Alexandre De Maio. Pelas mãos de Alexandre, o garoto nascido e criado no Engenho Velho de Brotas, que se torna um astro da música internacional, ganha cores, formas e muita vida. 

As ilustrações são apresentadas em painéis de 50 cm X 70 cm, mostrando a iniciação de Ani nos caminhos da música sacra do candomblé e da música pop. Personagens como o mestre percussionista baiano Jorjão Bafafé, o dançarino Negrizu e os músicos Fela Kuti e James Brown fazem parte dos ensinamentos do garoto e estão em destaque na exposição.  

“Como escritor e como editor, me preocupo sempre com o objeto livro. Seu projeto gráfico, incluindo diagramação e arte, é parte de algo mais amplo que a escrita verbal. Desde que me aventurei a publicar meus livros, sou bem assessorado pelos designers Welon Santos, Francisco Benevides e Andrew Cesar. Em Go Afrika e Ani, considero Francisco e De Maio coautores. Eles elevam livros físicos à categoria de objetos de arte”, afirma Maca.

A área externa do Casa do Benin recebe as mostras Go Afrika e Relatos da Guerra Preta ou Bahia Baixa Estação. A primeira está instalada na Tata Somba – moradia africana recriada pela arquiteta Lina Bo Bardi – e reproduz o libreto de poesia Go Afrika (Blackitude, 2019), com 20 impressões em tamanho 30cm x 40cm, unindo os textos e o trabalho de arte gráfica do designer Francisco Benevides, de Ilhéus. E a segunda, que ocupa o pátio, traz fotos e ilustrações do livro de contos Relatos da Guerra Preta ou Bahia Baixa Estação (Blackitude, 2020), ilustrado por Francisco Benevides a partir do recorte e estilização de fotografias de Leo Ornelas. 

Durante toda a semana, o autor estará na Casa do Benin, durante as tardes, para trocar ideias com os visitantes sobre seu trabalho. E os livros e reproduções das ilustrações da mostra serão vendidas com preços promocionais.        

O romance

Em seu primeiro romance, o escritor Nelson Maca, 56 anos, leva para o universo da ficção elementos fundamentais em sua trajetória: a negritude, a educação e a música.  Eles são a base do livro Ani: Todos os Felas do Mundo, lançado em julho pelo selo Blackitude, e ilustrado por Alexandre De Maio.  O romance conta a história do astro pop Ani Brown, nascido e criado dentro de um terreiro de candomblé no Engenho Velho de Brotas, em Salvador, onde recebeu os fundamentos para sua vida e trajetória artística.  Neto da famosa Ialorixá Mãe Francisca de Oxum, Ani é escolhido ainda criança, diretamente por Xangô, para ser o alabê da casa, ou seja, o sacerdote responsável para tocar os atabaques para os orixás nas cerimônias. E tem como mestre exigente e dedicado o percussionista e alabê Jorjão Bafafé.

O romance acompanha a vida de Ani até o momento em que ele se torna um cantor reconhecido nacional e internacionalmente e realiza seu grande sonho de se apresentar no continente africano. No seu caminho, o garoto vai somando os ensinamentos recebidos no terreiro com os de outros mestres que cruzam sua trajetória, como o trompetista Saul Trumpet, o dançarino Negrizu, o poeta José Carlos Limeira, o pan-africanista cubano Carlos Moore e vários outros personagens – muitos inspirados em pessoas reais. São eles que vão lhe dando preciosas lições e trazendo informações sobre arte, cultura e militância negras, fundamentais na formação do futuro artista.

FICHA  

Ocupação Ani é 10 – Textos e Imagens de Nelson Maca 

Casa do Benin – Pelourinho – Até  25/02 

Horário de visitação: de terça a sábado, das 10h às 17h 

Curadoria: Nelson Maca 
Contatos: [email protected] – Whatsapp 71.992101487  

Deixe um comentário