Fotos raras e marcantes das edições anteriores da Balada Literária – Parte II

Fotos raras e marcantes das edições anteriores da Balada Literária – Parte II

Um acervo bastante importante de fotos das programações e convidados das edições anteriores da Balada Literária, de 2014 e 2015, cujas homenagens, respecivamente, foram: Carolina Maria de Jesus, Plinio Marcos e Suzana Amaral. As fotos foram feitas por Mário Miranda Filho.

Clique aqui e confira

Balada Literária nasceu em 2006. Foi durante uma edição da Festa Literária Internacional de Paraty que Marcelino Freire resolveu fazer a própria festa, tomando como inspiração e referência a Vila Madalena, em São Paulo, bairro em que ele reside há quase três décadas. Mobilizou livreiros, donos de bar, donos de sebo, escritores e escritoras e fez uma primeira edição modesta, sempre reunindo autores de todos os gêneros sexuais e literários, nacionais e internacionais. Virou essa a cara do evento: a cara da diversidade. A Balada já acontece também em Teresina (desde 2017) e em Salvador (desde 2015). Já passaram pela Balada, entre outros, Adélia Prado, Adriana Calcanhotto, Amara Moira, Ana Maria Gonçalves, Antônio Cândido, Áurea Martins, Binho, Caetano Veloso, Chico César, Conceição Evaristo, Emicida, Gog, João Ubaldo Ribeiro, José Luandino Vieira, Lygia Fagundes Telles, Mia Couto, Ondjaki, Phedra de Córdoba, Rogéria, Sérgio Vaz, Ney Matogrosso, Valter Hugo Mãe, Wagner Moura e Tom Zé. Veja abaixo a lista dos homenageados e homenageadas do evento nessas suas quinze edições.

Deixe uma resposta